Notícias

“Pós-chuva” mantém telejornais da Globo SP em alta

Bom Dia São Paulo, SP1 e SP2 foram beneficiados pela cobertura do temporal

O temporal que devastou a cidade de São Paulo, na segunda-feira (10), ainda repercute. Nesta terça-feira (11), os telejornais locais exibidos pela Globo priorizaram a cobertura da tragédia. O ganho em audiência foi significativo, especialmente para o Bom Dia São Paulo, apresentado por Rodrigo Bocardi e Glória Vanique, com o melhor índice do período matutino.

O Bom Dia São Paulo acumulou 12,4 pontos. Ficou à frente do Bom Dia Brasil com Na Paula Araújo e Chico Pinheiro (11,9), do Mais Você conduzido por Fabrício Battaglini e Patrícia Poeta (9) e do Encontro com Fátima Bernardes (8). O BDSP focalizou a retomada da rotina dos paulistanos após os problemas enfrentados na segunda, com inundações e suspensão de serviços como metrô e trens.

O SP1, capitaneado por César Tralli, destacou os prejuízos causados pelas chuvas no Ceagesp – famoso centro atacadista de alimentos – e no galpão da escola de samba Pérola Negra. Foram 13,7 de média, acima do Globo Esporte de Felipe Andreoli (13), do Jornal Hoje com Maju Coutinho (12,4), do Se Joga de Érico Brás, Fabiana Karla e Fernanda Gentil (8).

O SP2, sob comando de Carlos Tramontina, trouxe dados da meteorologia com Anne Lottermann. O noticiário fechou com 25,4 pontos. O Jornal Nacional, de Renata Vasconcellos e William Bonner, alcançou 32,4 de média. Na madrugada, depois do BBB 2020 (24,5) e do Fora de Hora (12,7), o Jornal da Globo com Renata Lo Prete amealhou 8,2 pontos.

Ainda, 6,2 para Twisted – A Hora da Verdade, 5,3 e 4,4 com a primeira e a segunda parte de Anjos da Noite – A Evolução (2006) no Corujão – interrompido pelo boletim Selfie BBB, com 4,8 –, 4,4 para A Lista (2011), também na clássica sessão de filmes, e 5,4 com o Hora Um ancorado por Roberto Kovalick.

Fonte Terra